Interfaces entre ciência da informação e ciência cognitiva

Categoria: Aproximação da CI e CC. O elenco de conceitos apresentados neste artigo refletem aspectos ora interdisciplinares ora transdisciplinares, assim como tal é na minha humilde opinião, a CI. Apresenta um quadro teórico conceitual da CI, relacionando com os campos circunvizinhos: biblioteconomia, ciência cognitiva, ciência da computação e comunicação. Assim, é traçado inicialmente os conceitos à luz da CI e em seguida o texto discute as interseções entre os fundamentos da CI sob o arcabouço da CC. Apresenta a coalizão entre as duas ciências, onde há as atividades críticas do campo da CI (categorização, indexação, recuperação da informação e interação homem-computador).  Interessante para trabalhos de  ACID e estratégias de busca. Leia o atigo mapeado…

Ciência da Informção e cognição humana

Categoria: Aproximação da CI e CC. Em fase de leitura.  Leia o artigo mapeado…

Acesse também outros mapeamentos sobre este artigo.

Anúncios

Paradgmas comtemporâneos da CI

Categoria: Aproximação da CI e CC. Trata de paradigmas físicos, cognitivos e social (sócio-cognitivos) identificados na literatura da CI. Alusão às grandes idealizações para a organização do conhecimento. Interessante porque cada paradigma é apresentado pelos autores elencados no texto com base nas pesquisas, abordagens e perspectivas da CI. O trabalho de desenvolver estratégias de busca para recuperar informação remonta o paradigma cognitivo.  Traz um quadro com os paradigmas da CI. Dialoga com os artigos Biologia do conhecer e Abordagem cognitiva e sócio-cognitiva.  Além de tratar muito sobre CI e CC serve também para trabalhos relacionados estratégia de busca e recuperação da informação. Leia mais…

Abordagem cognitiva e socio-cognitiva

Categoria: Aproximação da CI e CC. Trata-se de uma análise teorica dos termos cognitivo e socio-cognitivo, focando o papel e importância do indexador (profissional que excuta o trabalho crítico de indexar termos).  Fujita coloca em evidência o quão significante é a formação de leitores críticos para atuarem como mediadores da informação. Quando atuando como mediador – seja do texto/contexto, seja em outros aspectos como informação/ máquina, ou ainda usuário/conteúdo informacional – presenciamos um processo interativo que segundo Fujita quanto maior relacionado/ligado maior o grau de compreensão.  Leia mais…

Competência em informação: melhores práticas

Categoria: Information literacy. O conceito de competência atrelado ao atributo de saber o que fazer com a informação.  O papel da escola e dos educandos/educadores no novo modelo, onde todos precisam aprender a aprender em meio a um bombardeio de informações. Segundo Dudziak, no caso da organização biblioteca, o desenvolvimento de melhores práticas pautadas no conceito de information literacy education suscita um profissional engajado com o atual perfil de demandas informacionais de seu ambiente interno e externo (real e potencial). O artigo traz de interessante no tema um quadro de etapas para implementação de competências informacionais em bibliotecas. Leia mais…

Learning library: a importância da competência

Categoria: Information literacy. Com base na observação de mundo e na literatura estamos diante à configuração de novos paradigmas que abarcam as várias esferas (da economia ao social). Com os fenômenos oriundos da globalização as organizações se transformam e  para lidar com uma incessante busca de qualidade e aspectos de competitividade é necessário aprender constantemente. No caso das organizações bibliotecas, a competência informacional aliada a pensamento crítico e planejamento estratégico, Dudziak chama atenção para learning library. Assim como toda organização contemporânea, sob essa ótica, a biblioteca que aprende vislumbra um futuro promissor. Leia mais.

Information literacy education

Categoria: Information literacy. Apesar da crescente pressão que a interação homem máquina vem propiciando para uma mudança de modelos, no que concerne à consciência de que o individuo e organizações deveriam aprender ao longo da vida (aprender a aprender), não é possível vislumbrar ações significativas. São pontuais as ações voltadas para a competência informacional com ênfase na educação, principalmente, na instituição biblioteca (Brasil). O artigo traz um enfoque dessas questões para o contexto universitário, onde sobressai um comparativo entre a educação tradicional e a voltada para a information literacy. Leia mais…

Information literacy: princípios, filosofia e prática

Categoria: Information literacy. Trata-se de um texto exaustivo. Longo histórico sobre o termo surgido  em 74 e sua evolução ao longo das duas décadas seguintes. Traçando um panorama de como a Information literacy cometeu para sobreviver no período da forte ênfase às habilidades técnicas. Na década de 70, com a necessidade de capacitação em informação, para lidar com o boom tecnicista, ocorrem mudanças que atingem o comportamento do bibliotecário. Com a evolução das novas tecnologias na dec. 90 surge a educação voltada para a informatio literacy, entretanto compreendida como disciplina isolada. Ainda hoje sua conexão com a CI é delicada por ser atribuída, por alguns mais ortodoxos, como uma expressão intrusa. Com carência de fundamentadores e método, na déc. 90 passa a definitivamente a envolvesse com aspectos informacionais que circundam a tecnologia. Breve panorama do termo no Brasil onde o termo ganha conotações sócio educativas. Versa um esquema demonstra os três grupos de diferentes concepções da expressão e os papéis propulsores que o bibliotecário e a biblioteca admitem à luz da information literacy. Leia mais…