Diga NÃO ao plágio!

Diga NÃO ao plágio!

Material complementar sobre Plágio pertencente ao Módulo Propriedade Intelectual, Direitos Autorais e Plágio do curso Competências Inforcomunicacionais da UFBA.

Clique no link a seguir para conhecer alguns programas que detectam plágio em trabalhos acadêmicos:

Apostila_Detectores de Plágio

Detectores de Plágio

Clique na Imagem para acessa a Apostila_Detectores de Plágio

Anúncios
Seleção Projeto Computação Cognitiva

Seleção Projeto Computação Cognitiva

Pesquisador Bárbara Coelho Bolsa: CNPq-IT

Pesquisador Bárbara Coelho Bolsa: CNPq-IT

 

Edital de Seleção: EDITAL BOLSISTA_PIBITI CNPq_Projeto Computação Cognitiva_2018

Saiba mais sobre o projeto no site do LTI Digital.

Sugestão de leitura: A Origem

 

gift-tumblr_mj788navyb1qgkoejo1_500

“NÃO IMPORTA QUEM VOCÊ SEJA NEM NO QUE VOCÊ ACREDITE. TUDO ESTÁ PRESTES A MUDAR”.

Foi essa frase que me fez acreditar que era este o livro que três pessoas haviam me indicado todas as vezes que falo sobre computação cognitiva associada ao marketing digital.

Primeiro foi o estimado professor OFAJ, responsável pelo site InfoHome, onde assino uma coluna sobre TIC, INCLUSÃO E MARKETING DIGITAL PARA UNIDADES DE INFORMAÇÃO. Ao enviar o artigo intitulado COMPUTAÇÃO COGNITIVA: NOVAS PERSPECTIVA PARA A CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO para o E-mail do prof. Oswaldo, ele logo respondeu dizendo que ao ler meu artigo lembrou do livro Origem do Dan Brown.

Ao conversar com minha turma de TIC Arquivística sobre o assunto, não demorou muito para um dos alunos indicar para os demais colegas a leitura do livro.

E finalmente, em 12 de março, ministrei uma palestra em uma mesa que abordou a Conjuntura Política Atual e seus Impactos no Serviço Público, na UFRB. A minha incumbência ficou a responsabilidade de abordar tal conjuntura na profissão de bibliotecário. Então, como era de se esperar, tratei dos principais aspectos políticos e dos impactos da conjuntura na carreira deste profissional, sendo inevitável falar da curadoria digital, do marketing digital e, obviamente, da computação cognitiva. E ao finalizar a mesa, a bibliotecária, Sra. Juliana, mestre de cerimônia naquela ocasião, tomou o microfone e antes de finalizar o evento disse:

“Quero dizer o quanto achei importante quando a profa. Barbara tratou da computação cognitiva e queria aproveitar para indicar o livro Origem do Dan Brown”. 

Eu pasmei! Sim foram as três indicações distintas que me levaram direto para uma livraria e adquirir o livro Origem.

Ainda não posso falar sobre o conteúdo porque comecei a leitura neste final de semana. Confesso que estou empolgada pelas indicações específicas e estimulada por me levar para o caminho da ficção científica. Na realidade, frente as constantes demandas acadêmicas nos últimos anos tenho me dedicado a ler somente material técnico. Abandonando essa antiga paixão.

Assim, vou finalizando por aqui, pois estou louca para voltar para as páginas e, conforme prometido, volto para contar o que achei dessa leitura.

Novo livro sobre Marketing Digital para Instituições Educacionais na Amazon

Olá visitante e navegante do Inclusão e Cognição,

É com alegria que convido você á leitura do meu novo livro sobre Marketing Digital para Instituições Educacionais e Sem Fins Lucrativos publicado pela Amazon.

Livro - Marketing digital para Instituições Educacionais_Barbara Coelho_CAPA_Amazon

Livro Marketing Digital para Instituições Educacionais e Sem fins Lucrativos. Disponível na Amazon (R$13,00)

 

O livro em formato e-book, com 77 laudas, está disponível no site da amazon.com.br pelo valor promocional de R$ 13,00.

Para os amantes do papel, ele está disponível no formato impresso no site da amazon.com pelo valor de UD 7,00.

 

Tendência das buscas sobre inclusão digital no GOOGLE

Tendência das buscas sobre inclusão digital no GOOGLE

Realizei recentemente uma pesquisa exploratória no Google sobre a tendência das buscas com referência ao termo inclusão digital. Para saber mais sobre este estudo, leia o artigo que publiquei na Associação de Pesquisa e Pós-Graduação em Educação (ANPED 2017).

Tendência Mundial das buscas na serp do Google sobre o termo Inclusão Digital na Educação

O Gráfico 1 demonstra a tendência mundial das buscas na Serp[1] do site pelo termo ‘inclusão digital na educação’. Em vermelho está representado o quantitativo de busca utilizando o termo ‘Education Digital Divide’ e em azul a busca por ‘Education Digital Inclusion’. A média de procura por mês no decorrer dos anos (2012-2017) para Exclusão digital na Educação é de >50%, enquanto que para Inclusão digital é um pouco mais que 9%.

Gráfico 1 – Tendência Mundial: buscas na serp do Google sobre o termo Inclusão Digital na Educação – Education Digital Divide (versus) Education Digital Inclusion (dados de jan 2012 a jan 2017).

NEVES (2017)

NEVES (2017)

Fonte: Neves (2017)

Nota: Google Trends (https://www.google.com/trends/).

 

Em seguida, procurou-se mapear a situação das buscas dos mesmos termos, agora escritos em português, durante o mesmo período. Como é possível perceber no Gráfico 2, a tendência de busca do termo chave ‘inclusão digital na educação” difere da busca mundial.

A tendência brasileira das buscas na serp do Google sobre o termo Inclusão Digital na Educação

Gráfico 2 – Tendência brasileira: buscas na serp do Google sobre o termo Inclusão Digital na Educação – Exclusão digital na educação (versus) Inclusão digital na Educação (dados de jan 2012 a jan 2017).

 

INCLUSÃO DIGITAL NA EDUCAÇÃO - BARBARA COELHO NEVES

NEVES (2017)

Fonte: Elaboração própria com base nos dados fornecidos pelo Google.

Nota: Google Trends (https://www.google.com/trends/).

Em vermelho está representada a busca utilizando o termo ‘Exclusão digital na educação’ e em azul por ‘Inclusão digital na educação’. Diferente da tendência mundial, a média para procura de Exclusão digital é de 6%, enquanto que para Inclusão digital é >41% por mês no decorrer dos anos (2012-2017). Os estados brasileiros que apresentam as maiores consultas sobre o termo inclusão digital na educação são Minas Gerais (100 consultas por mês), Pará (83), Bahia (75) e Pernambuco (74).

[1] Serp é a página onde está disponível o campo de buscas e são apresentados os resultados.

Artigo na Integra clique aqui.