Cibercidadania

A concepção de cidadão muitas vezes tem sido questionada ao longo dos tempos o que nos leva a perceber que antes de se tratar da cibercidadania é conveniente uma genealogia da cidadania digital. Portanto, o entendimento do conceito de cidadania é prioritário para situar o cibercidadão ou cidadão digital. Sendo muito ligado aos direitos humanos, a cibercidadania está para além do pertencimento de cidade e participação no funcionamento da instituição política. Trata-se muito mais de uma profução de contextos potencialmente agregadores, onde todos os sujeitos são “incluídos”. Seu significado é mais que acessar à conectividade para consumir, seja informação ou bens e serviços. Trata-se da possibilidade de desempenhar o papel de pertencimento em ambiente desterritorializado e interativo “por natureza”, criando relações interpessoais em uma perspectiva explicita ou inplicitamente política, social e cívica.

Inclusão digital e cibercidadania Entrevista com Marcos Silva Fonte: ANJ.

Vídeos, declarações, etc. Cidadania Digital Direitos Humanos.

Livro discute a rede como potencializadora da cidadania digital. Cidadania e Redes Digitais. Fonte: CGI.br.

Anúncios