ACTA 2014 – mesa redonda redonda: “O papel social das bibliotecas e sua importância para o desenvolvimento social”

Programação do ACTA-UFBA

Programação do ACTA-UFBA

Entre os dias 14 e 16 de outubro, o Sistema de Bibliotecas da UFBA, integrando-se à Semana de Arte, Cultura, Ciência e tecnologia – ACTA14, estruturou uma programação diversificada com palestras, oficinas e seminários relacionadas ao tema ‘O acesso à informação científica para o desenvolvimento social’. As atividades acontecerão na Biblioteca Universitária Reitor Macêdo Costa – BURMC, campus universitário de Ondina (antiga Biblioteca Central da UFBA).

  O “Papel social das bibliotecas: 7 pontos para problematização” é o tema de minha discussão na mesa redonda: “O papel social das bibliotecas e sua importância para o desenvolvimento social” Horário: 10h às 11h.

Membros da MESA REDONDA:

• Lourdes de Fatima Santos Pinto – Conselheira Presidente do Plano Municipal do Livro, da Leitura, da Biblioteca da cidade de Salvador
• Fernanda Gonçalves – Coordenadora do Projeto Dom Quixote – SIBI/UFBA
• Barbara Coelho Neves – Doutora em Educação (Professora da Universidade Federal de Sergipe)
• Neide Barreto Nascimento- Bibliotecária representante da EMredando leituras.
    Mediadora: Jucélia Oliveira Santos – Superintendente do Sistema de Bibliotecas da UFBA

Programação completa ou http://www.sibi.ufba.br/noticias/o-sistema-bibliotecas-na-actaufba-2014.

Inclusão digital na Sapucaí

O enredo da Portela este ano fala sobre inclusão digital. Composto por Diogo Nogueira, Rafael, Ciraninho, Naldo e Escafura. Muito bacana a composição que fala das espectativas de liberdade por meio da inclusão nas redes. Esta que é uma das Escolas de Samba mais antigas e tradicionais do Rio, mostrará na alta noite de segunda (15/02/10) sua percepção sobre o assunto. Confesso que quero muito ver como a Portela traduzirá em poesia e explosão de cores a inclusão digital. “Olha a letra do samba a seguir gente!”

(Derrubando fronteiras, conquistando a liberdade, o Rio de paz em estado de graça)

Portela segue os passos da evolução… Liberdade!
Num clique derruba barreiras
Deleta fronteiras da realidade
Desperta o bem social
Acessa o amor digital
Faz da criança inspiração
Pro futuro da nação
Na rede nossas vidas vão se transformar
Do ventre mais um ser nascerá
O Dia de Graça que o mestre cantou
Já raiou!
O meu pavilhão é minha paixão!
A luz da ciência é ela…
É samba, é jaqueira que não vai tombar
Sou Portela!
Mãos unidas pela inclusão
Povos, raças, em comunhão
Vai meu verso ao mundo ensinar
É preciso navegar!
Brilhou no céu mais um sinal
Cruzando o espaço sideral
Portela… Portal cultural de um país
Um link com a nossa raiz
Rainha da Passarela
Revela um Rio de paz pra viver
A senha de um amanhecer
Mais feliz

Minha águia guerreira
Vai voar… Viajar!
Pousar no sonho e ganhar o carnaval
E conquistar o mundo virtual!

NÚMEROS de PIDs no ONID

A maior parte dos telecentros mapeados pelo Observatório Nacional da Inclusão Digital (ONID) se concentram na região Sudeste (45%) seguido do Nordeste (23%), Sul (16%) e Centro-oeste (10%). Por fim, a região Norte aparece no mapeamento do ONID com (6%). Os números, que apesar de desiguais, são compreensíveis se analisados pela lente populacional-geográfica dessas regiões.