Políticas de Informação

politica-de-informacao_barbara-coelho

Fonte: Carta Maior

Política de Informação

Um dos eixos importantes da inclusão digital é a política pública de informação. Nos meus estudos e pesquisas tenho esbarrado nesta temática, sendo imprescindível para entender o contexto que governos, sociedade e instituições interagem com a informação por meio de regras, leis e diretrizes para uma tomada de decisão.

Desse modo,  a política de informação envolve a tomada de decisão e as práticas que moldam as condições sob as quais podemos aprender sobre os fatores informacionais de interesse público do mundo em que vivemos. A política de informação aponta a agenda proveniente da tomada de decisão que envolve os atores políticos e sociais, as instituições e seus processos informacionais. A seguir apresento algumas das minhas referências.

Vídeos

O Pensamento Vivo da Informação – Capurro – Parte 1

 

O Pensamento Vivo da Informação – Armando Malheiro

Vídeo sobre Estado e Sociedade – Roberto da Matta

Ética e Política – Buarque

 

Globalização: O mundo visto do lado de cá – Milton Santos

O mundo global visto do lado de cá, documentário do cineasta brasileiro Sílvio Tendler, discute os problemas da globalização sob a perspectiva das periferias (seja o terceiro mundo, seja comunidades carentes). O filme é conduzido por uma entrevista com o geógrafo e intelectual baiano Milton Santos, gravada quatro meses antes de sua morte.

 

Elenco de Referências sobre Políticas Públicas de Informação

AGUIAR, Niliane Cunha; NEVES, Barbara Coelho. POLÍTICAS PÚBLICAS DE INFORMAÇÃO E BIBLIOTECAS ESCOLARES: PANORAMA BRASILEIRO. In: ENANCIB, 17., 2016, Salvador. Anais… . Salvador: Ufba, 2016. p. 5 – 25.
D’ARAUJO, Maria Celina. As instituições da era Vargas. Rio de Janeiro: Ufrj, 1999. Disponível em: <http://cpdoc.fgv.br/producao_intelectual/arq/108.pdf&gt;. Acesso em: 10 ago. 2016.
DUTRA, Daniel M. Resende; CORRêA, Rodrigo Alexandre; RUAS, Wilimar Junio. POLÍTICA DE INFORMAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES. Pós em Revista, [s.l.], p.1-12, 16 maio 2013. Disponível em: <http://blog.newtonpaiva.br/pos/e7-ad13-politica-de-informacao-nas-organizacoes/&gt;. Acesso em: 22 set. 2016.
ÉTICA e Política. Direção de Cristovam Buarque. Brasília, 2016. (15 min.), vídeo, son., color. Legendado. Disponível em: <- http://www.youtube.com/watch?v=6BpAtbGn1Yg&gt;. Acesso em: 10 maio 2014.
LTDA, Kerdna Produção Editorial. Presidentes do Brasil. 2016. Disponível em: <http://presidentes-do-brasil.info&gt;. Acesso em: 25 set. 2016.
BRAMAN, Sandra. Defining information policy. Journal of Information Policy, University Park, v. 1, p. 1-5, 2011. Disponível em: <http://jip.vmhost.psu.edu/ojs/index.php/jip/index&gt;. Acesso em: 5 maio 2015.

BRAMAN, Sandra. The autopoietic state: communication and democratic potential in the net. Journal of the American Society for Information Science, Washington, v. 45, n. 6, p. 358-368, July 1994.

BRAMAN, Sandra. The emergent global information policy regime. In: BRAMAN, Sandra (Ed.). The emergent global information policy regime. Houndsmills: Palgrave Macmillan, 2004. p. 12-37. Disponível em: <https://pantherfile.uwm.edu/braman/www/bramanpdfs/022_emergentregime.pdf&gt;. Acesso em: 11 jun. 2016.

BRASIL. Ministério da Ciência e Tecnologia. Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia. Sociedade da informação no Brasil: livro verde. Brasília: Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia. 2000.

BRASIL. Ministério da Ciência e Tecnologia. Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (Brasil). Sociedade da informação: ciência e tecnologia para a construção da Sociedade da Informação no Brasil. Brasília: Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia, 1998.

BRASIL. Ministério das Comunicações. MC. Disponível em <http://www.idbrasil.gov.br>. [Consulta: 15/07/2006].

CARVALHO, A. M. A. Conformação de um regime de informação: a experiência do arranjo produtivo local de eletrônica de Santa Rita do Sapucaí – Minas Gerais, 2009. 248f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, 2009.

Castells, M. A sociedade em rede. Vol.1, 5 ed. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

FERREIRA, Emanuelle Geórgia Amaral; SANTOS, Elisete Sousa; MACHADO, Miriam Novaes. Políticas de informação no Brasil: A Lei de Acesso à Informação em foco. Múltiplos Olhares da Ciência da Imformação, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, p.1-17, mar. 2012. Disponível em: <http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/moci/article/view/1616/1135&gt;. Acesso em: 10 set. 2016.

FONTINATE, Maria Cristina Fidêncio. Inclusão Digital no Planeta Digital. 2011. Disponível em: <http://www.planetaeducacao.com.br/portal/artigo.asp?artigo=2036&gt;. Acesso em: 10 out. 2015.

FREIRE, I. M. Sobre o regime de informação no Laboratório de Tecnologias Intelectuais LTI. InCID: R. Ci. Inf. e Doc., Ribeirão Preto, v. 4, n. 1, p. 70-86, jan./jun. 2013.

NEVES, Barbara Coelho. Informação, trabalho e dinheiro: a felicidade está em si fazer o que se gosta. Informação & Informação, [s.l.], v. 20, n. 1, p.334-345, 18 mar. 2015. Universidade Estadual de Londrina. http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2015v20n1p334. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2015v20n1p334&gt;. Acesso em: 04 set. 2016.
NEVES, Barbara Coelho; COUTO, Edvaldo Souza; CUNHA, Maria Couto. Fundamentos e agenda da inclusão digital no Brasil: pesquisas em Educação. Educação, [s.l.], v. 38, n. 3, p.379-365, 1 mar. 2016. EDIPUCRS. http://dx.doi.org/10.15448/1981-2582.2015.3.21782. Disponível em: <http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/21782&gt;. Acesso em: 03 set. 2016.
NEVES, Barbara Coelho; CUNHA, Maria Couto. Fundamentos e agenda da inclusão digital no Brasil. 2015. 180 f. Tese (Doutorado) – Curso de Educação, Programa de Pós-graduação em Educação, Ufba, Salvador, 2015. Disponível em: <https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/18469/1/TESE DE BARBARA COELHO NEVES_TIC E EDUCAÇÃO.pdf>. Acesso em: 24 out. 2016.
O QUE é política-Política sem Mistérios. Direção de Milton Monti. Rio de Janeiro: Youtube, 2014. (3 min.), son., color. Disponível em: <http://youtu.be/cV6KJGonUy4&gt;. Acesso em: 10 out. 2014.
SENRA, Nelson de Castro. Regime e política de informação estatística. São Paulo em Perspectiva, [s.l.], v. 16, n. 3, p.21-35, jul. 2002. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/s0102-88392002000300011.
VALENTIM, Marta Lígia Pomim. Informação em ciência e tecnologia: políticas, programas e ações governamentais – uma revisão de literatura. Ci. Inf., Brasília, v. 31, n. 3, p.92-102, set. 2002. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ci/v31n3/a10v31n3&gt;. Acesso em: 05 dez. 2015.

Por Barbara Coelho

Siga este Blog!

Um pensamento sobre “Políticas de Informação

  1. Pingback: Nova página sobre Política de Informação – Abordagem Cognitiva para Inclusão Digital

(PEÇA O SEU MÓDULO ou CERTIFICADO DO CONCITEC) Deixe seu recado (indique o que achou do curso, dúvidas ou sugestões caso haja um novo encontro): Responderei seu comentario, obrigada!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s