Campus Party 2017 BA – DIA 1: Abertura

Campus Party 2017 BA – DIA 1: Abertura

LOGO_Campus Party_Bahia_PROFA BARBARA COELHO

Fomos convidados à fazer a cobertura dessa grande comemoração que celebra a ciência e a tecnologia. Internet de 40G, bancadas de trabalho, nerds, shows, comics, […] tudo isso distribuído em espaços variados pelo estádio. Alias, é a primeira vez que uma Campus Party é realizada um estádio, segundo o organizador Tinoco Novaes.

Foto da Coletiva de Imprensa na Campus Party 2017 - Profa. Barbara Coelho

Coletiva de Imprensa na Campus Party 2017 – Profa. Barbara Coelho

A coletiva de impressa contou com a presença de autoridades nacionais, a exemplo do ministro de Ciência e Tecnologia e locais como o Secretário de C&T do Estado da Bahia. Esteve também presente a porta voz da FORD, o diretor geral, Tinoco Novaes, e o presidente do Instituto Campus Party.

A Campus Party traz nesta edição, como destaque, o empoderamento das mulheres negras a partir das TIC.

Francesco Farruggia

Após a coletiva de imprensa, fizemos um tour para conhecer todos os espaços e palcos distribuídos pela Arena, com as honras do diretor geral, que apresentou detalhadamente as atividades potenciais.

Foto de Lounge de Abertura da Campus Party 2017 - Profa. Barbara Coelho

Lounge de Abertura da Campus Party 2017 – Profa. Barbara Coelho

Os organizadores também destacaram a importância de se refletir sobre o uso das tecnologias pelas diferentes gerações e aproveitaram para chamar atenção de duas de suas principais conferencias nesta edição, o Capra e Dido Schnneider.

De 9 a 12 de agosto acontece a Campus Party realizada na Arena Fonte Nova, em Salvador Bahia.

A campos conta com o palco Inovação, Ciência, Tecnologia, Entretenimento e o Palco Principal para as abrações internacionais. Acompanhe mais informações sobre nossa cobertura aqui no Inclusão e Cognição ou no Facebook: @grupodepesquisalti ; @marketingdigitaleducacao

Vídeo da Cerimonia de Abertura e Tour na Campus Party 2017 BA – DIA 1:

Um abraço e até amanhã!

Barbara Coelho

Lançamento do livro Tecnologia e Mediação em Aracaju

No dia 19 de junho, às 18:00, será o lançamento do nosso livro Tecnologia e Mediação. Na ocasião teremos palestra do prof. Methanias Jr. sobre Big Data. Faça sua inscrição no SIGAA da UFS para receber o certificado de participação no evento. Quem convida é o mascote do LTI, Sr. Boquinha!

Lançamento-Aracaju-Livro-Tecnologia e mediação e Mesa Redonda sobre Big data.

Lançamento-Aracaju-Livro-Tecnologia e mediação e Mesa Redonda sobre Big data.

 

INCLUSÃO SOCIODIGITAL E A BIBLIOTECA PÚBLICA: reflexões…

INCLUSÃO SOCIODIGITAL E A BIBLIOTECA PÚBLICA: reflexões…

A sociedade brasileira é historicamente marcada por grandes desigualdades sociais. Segundo o censo demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE (2010), a taxa de analfabetismo no Brasil de pessoas com 15 anos ou mais anos é (9,6%), entre a população branca (5,9%), entre os negros é ainda maior (14,4%), e segundo a mesma fonte, ao menos uma proporção (60,5%) de domicílios tem alguma restrição de acesso à educação, proteção social ou serviços básicos domiciliares. Nesse contexto, surge uma nova necessidade humana; a inclusão sociodigital.

Quadro 1 - Inclusão digital Bibliotecas Públicas

Uma parcela muito grande da população brasileira sofre com o abandono e falta de acesso a serviços básicos. A biblioteca pública sempre foi um espaço de democratização da informação e sempre se apropriou das tecnologias disponíveis para fazê-la. Portanto, para continuar a exercer um papel inclusivo, essas instituições precisam transcender suas limitações tecnológicas, a fim de se tornarem um espaço democrático no exercício da cidadania.

O tema biblioteca pública e inclusão digital tem sido motivo de reflexões na sociedade contemporânea, que com advento contínuo de novas tecnologias, é constantemente modificada, desencadeando um processo de exclusão que vem se tornando decisivo para a manutenção de papéis sociais daqueles que estão à margem do uso das TIC. (SANTANA, 2016)

Com isso, percebe-se que na atualidade tão importante quanto a automação das bibliotecas é levar em consideração os aspectos sociais e humanísticos da face tecnológica, é investir no material humano para que haja um efetivo desenvolvimento social, econômico e educacional. Segundo Neves (2017):

“Associar letramento à utilização da internet é o que proporciona recuperar informação relevante nos grandes sistemas (bancos e base de dados), já que é por meio da estratégia de busca que se recupera informação de qualidade e com a pertinência individual, que cada pessoa demanda para produzir o conhecimento.”

A biblioteca é um ambiente em constante crescimento e atualização, essas características, viabilizam o desenvolvimento de programas de inclusão digital nessas instituições, e proporcionam grandes benefícios aos participantes, pois essas ações têm o objetivo de auxilio à cidadania.

Para saber mais leia o livro Mediação e Inclusão digital.

TECNOLOGIA E MEDIAÇÃO: uma abordagem cognitiva da inclusão digital

TECNOLOGIA E MEDIAÇÃO: uma abordagem cognitiva da inclusão digital

Por Barbara Coelho

Nova página sobre Política de Informação

politica-de-informacao_barbara-coelho

Fonte: Carta Maior

Um dos eixos importantes da inclusão digital é a política pública de informação. Nos meus estudos e pesquisas tenho esbarrado nesta temática, sendo imprescindível para entender o contexto que governos, sociedade e instituições interagem com a informação por meio de regras, leis e diretrizes para uma tomada de decisão. Leia mais

Faça cursos sobre marketing digital com o Facebook

facebook-marketingFigura: ProfLucas

Sim é isso mesmo! curso sobre como desenvolver marketing digital no e para o Facebook.

Os cursos fornecem certificados com carga horária após a realização de duas provas, pagas, que devem ser agendada com antecedência e realizadas on-line.

Temas abordados:

1. Terminologia do Facebook

2. Bem-vindo ao marketing no Facebook

3. Melhores práticas de marca

4. Campanhas bem sucedidas

5. Teste A/B – para otimização de anúncios.

Destaques de JANEIRO (2010)

Call for proposals da Journal of Community Informatics.
Maior buscador de repositórios digitais: BASE.

Blog incluído do mês: Blog do Sergio Amadeu – Destacamos o debate sobre o Software Livre (ver: SITES Inclusão Digital).

Eventos (2010):

BOBCATSSS 2010 – Bridging the digital divide (Parma-IT);
10º Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas (Guimarães-PT);
7th CONTECSI – Congresso Internacional de Gestão de Tecnologia e Sistemas de Informação (SP-BR);
12º Conferência da European Association of Health Information (Lisboa-PT);
XVI SNBU- Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias (RJ-BR);
ALA Annual Conference & Exhibition 2010 (Washington-DC);
76º World Library and Information Congress – IFLA Conference and Assembly (Gothenburg-Suécia);
Creating Knowledge VI Information Literacy and Divesity in Higher Educations (Bergen-NO);
III Congresso Initernacional de Bibliotecología y Ciencias de la Información (Lima-PE);
17th International Conference on Knowledge Engineering and Knowledge Management (Lisboa-PT).

Mais informações sobre os eventos (acesse aqui).