INCLUSÃO SOCIODIGITAL E A BIBLIOTECA PÚBLICA: reflexões…

INCLUSÃO SOCIODIGITAL E A BIBLIOTECA PÚBLICA: reflexões…

A sociedade brasileira é historicamente marcada por grandes desigualdades sociais. Segundo o censo demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE (2010), a taxa de analfabetismo no Brasil de pessoas com 15 anos ou mais anos é (9,6%), entre a população branca (5,9%), entre os negros é ainda maior (14,4%), e segundo a mesma fonte, ao menos uma proporção (60,5%) de domicílios tem alguma restrição de acesso à educação, proteção social ou serviços básicos domiciliares. Nesse contexto, surge uma nova necessidade humana; a inclusão sociodigital.

Quadro 1 - Inclusão digital Bibliotecas Públicas

Uma parcela muito grande da população brasileira sofre com o abandono e falta de acesso a serviços básicos. A biblioteca pública sempre foi um espaço de democratização da informação e sempre se apropriou das tecnologias disponíveis para fazê-la. Portanto, para continuar a exercer um papel inclusivo, essas instituições precisam transcender suas limitações tecnológicas, a fim de se tornarem um espaço democrático no exercício da cidadania.

O tema biblioteca pública e inclusão digital tem sido motivo de reflexões na sociedade contemporânea, que com advento contínuo de novas tecnologias, é constantemente modificada, desencadeando um processo de exclusão que vem se tornando decisivo para a manutenção de papéis sociais daqueles que estão à margem do uso das TIC. (SANTANA, 2016)

Com isso, percebe-se que na atualidade tão importante quanto a automação das bibliotecas é levar em consideração os aspectos sociais e humanísticos da face tecnológica, é investir no material humano para que haja um efetivo desenvolvimento social, econômico e educacional. Segundo Neves (2017):

“Associar letramento à utilização da internet é o que proporciona recuperar informação relevante nos grandes sistemas (bancos e base de dados), já que é por meio da estratégia de busca que se recupera informação de qualidade e com a pertinência individual, que cada pessoa demanda para produzir o conhecimento.”

A biblioteca é um ambiente em constante crescimento e atualização, essas características, viabilizam o desenvolvimento de programas de inclusão digital nessas instituições, e proporcionam grandes benefícios aos participantes, pois essas ações têm o objetivo de auxilio à cidadania.

Para saber mais leia o livro Mediação e Inclusão digital.

TECNOLOGIA E MEDIAÇÃO: uma abordagem cognitiva da inclusão digital

TECNOLOGIA E MEDIAÇÃO: uma abordagem cognitiva da inclusão digital

Por Barbara Coelho

EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA

9ª Oficina para Inclusão Digital (postado em 10/06/10)

Ocorrerá nos dias 22, 23 e 24 de junho de 2010 no CET/ CNTC – Centro de Eventos e Treinamentos da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio, na SGAS 902, Bloco C – Asa Sul, Brasília/DF. Fonte: ONID.

___________________

Banda larga popular em SP por R$ 29,80 (postado em 15/10/09)

Governo de SP em parceria com operadoras (que terão impostos reduzidos) estão lançando hoje à tarde (15/10) um projeto que beneficiará – parte das massas que já possuem PCs, mas não internet graças aos valores  – com conexão de internet (250 kbps) por R$ 29,80. Esse é o meu comentário; veja mais na matéria da G1 Edição SP.

___________________

Fibra ótica para inclusão digital (post em 14/10/09)

Grande projeto do Governo Lula visa ampliar o fornecimento de banda larga no Brasil – que é menor atualmente que a rede do Chile, Argentina e Uruguai – atingindo 4.245 municípios. Há a possibilidade de utilizarem a antiga empresa da Telebrás.

O Secretário do Ministério do Planejamento – Rodrigo Assunção em entrevista que me concedeu em DF – já havia comentado que o governo estava trabalhando em um projeto que mudaria profundamente a estrutura tecnológica, abarcando a maioria dos brasileiros.

Vamos torcer que seja implementado um quanto antes e que possa, ser além de ampla, mais rápida e mais barata.

Esse é o meu comentário, para ler a matéria clique em Valor OnLine.

___________________

Presidente da Linux Internacional no Roda Viva (post em 14/10)

Gravação agendada para 16/10 (sexta). Horários e questões em: www.tvcultura.com.br/rodaviva

______________________

Kindler (evolução na história do livro) (post em 13/10)

Muito interessante! A mais nova evolução do livro se chama Kindle. Uma espécie de livro digital, mais leve e compacto, que chegou ao Brasil. Mais informações na matéria da Revista Época.