Transformação digital no E-Doc

e-DOC Transformação Digital em Salvador - Palestra da profa Barbara Coelho

e-DOC Transformação Digital em Salvador – Palestra da profa Barbara Coelho

As TIC como Estratégia de Inclusão de Minorias” no XII Fórum do Cetens

A convite do CETENS-UFRB, a profa. Barbara Coelho ministrará um curso no XII Fórum Pró-Igualdade Racial e Inclusão Social do Recôncavo.

O minicurso tratará das TIC como estratégia de inclusão das minorias. Inscrições abertas!

Para fazer sua inscrição e saber mais acesse: https://www3.ufrb.edu.br/eventos/forum2018/

XII Fórum

XII Fórum – Curso “As TIC como Estratégia de Inclusão de Minorias”.

Lançamento do novo livro sobre  Tecnologia e Inclusão

Lançamento do novo livro sobre Tecnologia e Inclusão

Livro: As tecnologias e o contexto da educação inclusiva: problematizações em espaços educacionais

Este livro está sendo lançado pela Editora UFS e está disponível para download gratuito por tempo determinado.

Baixe logo o seu: http://www.livraria.ufs.br/produto/as-tecnologias-e-o-contexto-da-educacao-inclusiva-problematizacoes-em-espacos-educacionais/

Informações:

Autoria: Barbara Coelho Neves, Patrícia Carla da Hora Correia, org
Ano: 2018
Número de Páginas: 331
ISBN: 978-85-7822-624-4

Grátis!

Livro As Tecnologias e o Contexto da Educação Inclusiva_Barbara Coelho

Livro As Tecnologias e o Contexto da Educação Inclusiva_Barbara Coelho e Patricia da Hora

 

Diga NÃO ao plágio!

Diga NÃO ao plágio!

Material complementar sobre Plágio pertencente ao Módulo Propriedade Intelectual, Direitos Autorais e Plágio do curso Competências Inforcomunicacionais da UFBA.

Clique no link a seguir para conhecer alguns programas que detectam plágio em trabalhos acadêmicos:

Apostila_Detectores de Plágio

Detectores de Plágio

Clique na Imagem para acessa a Apostila_Detectores de Plágio

Sugestão de leitura: A Origem

 

gift-tumblr_mj788navyb1qgkoejo1_500

“NÃO IMPORTA QUEM VOCÊ SEJA NEM NO QUE VOCÊ ACREDITE. TUDO ESTÁ PRESTES A MUDAR”.

Foi essa frase que me fez acreditar que era este o livro que três pessoas haviam me indicado todas as vezes que falo sobre computação cognitiva associada ao marketing digital.

Primeiro foi o estimado professor OFAJ, responsável pelo site InfoHome, onde assino uma coluna sobre TIC, INCLUSÃO E MARKETING DIGITAL PARA UNIDADES DE INFORMAÇÃO. Ao enviar o artigo intitulado COMPUTAÇÃO COGNITIVA: NOVAS PERSPECTIVA PARA A CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO para o E-mail do prof. Oswaldo, ele logo respondeu dizendo que ao ler meu artigo lembrou do livro Origem do Dan Brown.

Ao conversar com minha turma de TIC Arquivística sobre o assunto, não demorou muito para um dos alunos indicar para os demais colegas a leitura do livro.

E finalmente, em 12 de março, ministrei uma palestra em uma mesa que abordou a Conjuntura Política Atual e seus Impactos no Serviço Público, na UFRB. A minha incumbência ficou a responsabilidade de abordar tal conjuntura na profissão de bibliotecário. Então, como era de se esperar, tratei dos principais aspectos políticos e dos impactos da conjuntura na carreira deste profissional, sendo inevitável falar da curadoria digital, do marketing digital e, obviamente, da computação cognitiva. E ao finalizar a mesa, a bibliotecária, Sra. Juliana, mestre de cerimônia naquela ocasião, tomou o microfone e antes de finalizar o evento disse:

“Quero dizer o quanto achei importante quando a profa. Barbara tratou da computação cognitiva e queria aproveitar para indicar o livro Origem do Dan Brown”. 

Eu pasmei! Sim foram as três indicações distintas que me levaram direto para uma livraria e adquirir o livro Origem.

Ainda não posso falar sobre o conteúdo porque comecei a leitura neste final de semana. Confesso que estou empolgada pelas indicações específicas e estimulada por me levar para o caminho da ficção científica. Na realidade, frente as constantes demandas acadêmicas nos últimos anos tenho me dedicado a ler somente material técnico. Abandonando essa antiga paixão.

Assim, vou finalizando por aqui, pois estou louca para voltar para as páginas e, conforme prometido, volto para contar o que achei dessa leitura.

Novo livro sobre Marketing Digital para Instituições Educacionais na Amazon

Olá visitante e navegante do Inclusão e Cognição,

É com alegria que convido você á leitura do meu novo livro sobre Marketing Digital para Instituições Educacionais e Sem Fins Lucrativos publicado pela Amazon.

Livro - Marketing digital para Instituições Educacionais_Barbara Coelho_CAPA_Amazon

Livro Marketing Digital para Instituições Educacionais e Sem fins Lucrativos. Disponível na Amazon (R$13,00)

 

O livro em formato e-book, com 77 laudas, está disponível no site da amazon.com.br pelo valor promocional de R$ 13,00.

Para os amantes do papel, ele está disponível no formato impresso no site da amazon.com pelo valor de UD 7,00.

 

Tendência das buscas sobre inclusão digital no GOOGLE

Tendência das buscas sobre inclusão digital no GOOGLE

Realizei recentemente uma pesquisa exploratória no Google sobre a tendência das buscas com referência ao termo inclusão digital. Para saber mais sobre este estudo, leia o artigo que publiquei na Associação de Pesquisa e Pós-Graduação em Educação (ANPED 2017).

Tendência Mundial das buscas na serp do Google sobre o termo Inclusão Digital na Educação

O Gráfico 1 demonstra a tendência mundial das buscas na Serp[1] do site pelo termo ‘inclusão digital na educação’. Em vermelho está representado o quantitativo de busca utilizando o termo ‘Education Digital Divide’ e em azul a busca por ‘Education Digital Inclusion’. A média de procura por mês no decorrer dos anos (2012-2017) para Exclusão digital na Educação é de >50%, enquanto que para Inclusão digital é um pouco mais que 9%.

Gráfico 1 – Tendência Mundial: buscas na serp do Google sobre o termo Inclusão Digital na Educação – Education Digital Divide (versus) Education Digital Inclusion (dados de jan 2012 a jan 2017).

NEVES (2017)

NEVES (2017)

Fonte: Neves (2017)

Nota: Google Trends (https://www.google.com/trends/).

 

Em seguida, procurou-se mapear a situação das buscas dos mesmos termos, agora escritos em português, durante o mesmo período. Como é possível perceber no Gráfico 2, a tendência de busca do termo chave ‘inclusão digital na educação” difere da busca mundial.

A tendência brasileira das buscas na serp do Google sobre o termo Inclusão Digital na Educação

Gráfico 2 – Tendência brasileira: buscas na serp do Google sobre o termo Inclusão Digital na Educação – Exclusão digital na educação (versus) Inclusão digital na Educação (dados de jan 2012 a jan 2017).

 

INCLUSÃO DIGITAL NA EDUCAÇÃO - BARBARA COELHO NEVES

NEVES (2017)

Fonte: Elaboração própria com base nos dados fornecidos pelo Google.

Nota: Google Trends (https://www.google.com/trends/).

Em vermelho está representada a busca utilizando o termo ‘Exclusão digital na educação’ e em azul por ‘Inclusão digital na educação’. Diferente da tendência mundial, a média para procura de Exclusão digital é de 6%, enquanto que para Inclusão digital é >41% por mês no decorrer dos anos (2012-2017). Os estados brasileiros que apresentam as maiores consultas sobre o termo inclusão digital na educação são Minas Gerais (100 consultas por mês), Pará (83), Bahia (75) e Pernambuco (74).

[1] Serp é a página onde está disponível o campo de buscas e são apresentados os resultados.

Artigo na Integra clique aqui.

[INFOGRÁFICO] 3 Considerações da Mediação para o Uso das TIC

Conceitos como os de mediação, zona de desenvolvimento proximal (ZDP) e interacionismo são recuperados, na atualidade, para explicar e defender a perspectiva de desenvolvimento sócio-interacionista por intermédio das tecnologias.

O lado cognitivo em destaque na intermediação com as TIC

A partir do entendimento do pensamento social e da construção social da mente,  reflexões como as do Vigotski podem ser relevantes para justificar e valorizar a mediação humana nos contextos que envolvem sujeitos com a recuperação da informação, ensino-aprendizagem e processos cognitivos.

No contexto do uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), o entendimento de como se desenrola a ZDP parece viável por fazer referência a aspectos cognitivos, como construção do conhecimento e aprendizado, que exaltam a interação social e participativa entre sujeitos em aprendizagem com outros mais capazes. Este processo interativo favorece o aprendizado de ações diversificadas nas TIC.

A ZDP esta relacionada com aquelas funções que ainda não amadureceram, mas que estão em processo de maturação para o desenvolvimento do indivíduo.

Vigotski (2007)

Com base nesses aspectos desenvolvi este Infográfico intitulado 3 Motivos para considerar a mediação no uso das TIC, a partir de alguns dos pontos mais relevantes sobre esse assunto e que são discutidos no livro que lancei recentemente Tecnologia e Mediação: uma abordagem cognitiva da inclusão digital.

INFOGRÁFICO QUE TRATA DE TIC E MEDIAÇÃO

INFOGRAFICO_TIC E MEDIAÇÃO-2_Barbara Coelho

E então, você tem pensado nisso, ou seja nos processo cognitivos que você emerge quando interage com pessoas e máquinas?  E quando interagem com pessoas por meio delas?  Você se sente preparado para ajudar alguém que precisa de ajuda com as TIC?

Veja outros infográficos clicando aqui.

Deixe seu recado!

Um abraço, Barbara Coelho.

 

Educação 4.0

Participamos no 21 de outubro Fórum Educação 4.0, com o tema O Que te Conecta, realizado no Auditório da Biblioteca do SESI Cimatec. O evento foi organizado pela FIEB como parte das comemorações da Semana do Livro e da Biblioteca.

A abertura foi realizada no dia 21.10, no Auditório do SESI Djalma Pessoa e contou com um WORKSHOP com o tema: Educação 4.0: o que te conecta? Escolhido por possibilitar diversas discussões no campo da educação, das ciências, das tecnologias e de diversas temáticas transversais de estudos e aprendizagem. O evento também contou com a participação da Orquestra Juvenil do SESI.

Noticia completa: Acesse aqui.

2nd CONCITEC – Evento de Tecnologia na Educação

2nd CONCITEC prorrogou!

Comunicamos a comunidade científica que 2nd CCONCITEC está com chamada aberta para trabalhos (artigos, pôster e startups).

II International Conference on Convergence in Information Science, Tecnology and Education (2nd CONCITEC), tem como tema “A Convergência dos Tempos”, e acontecerá na Universidade Federal da Bahia (UFBA), no período de 26 a 28 de setembro de 2019.

O prazo de submissão é até dia 31 de julho de 2019.

Visite o site para inscrição e submissão de trabalhos: http://concitec2.com

Abaixo estão as informações gerais do evento e, em anexo, a chamada completa.

CONCITEC BARBARA COELHO

Eixos Temáticos

GT 01 – Gestão da Informação, Conhecimento e da Documentação.

GT 02 – Arquitetura, Curadoria Digital e Segurança da Informação.

GT 03 – Governo Eletrônico e Políticas de Informação e Educação.

GT 04 – Inteligência Artificial e APPs para Unidades Infoeducacionais.

GT 05 – Novas Perspectivas em Educação a Distância.

GT 06 – Sistemas de Informação e Tecnologias de Informação Aplicadas à Educação.

GT 07 – Marketing Digital e Storytelling na Educação.

GT 08 – Interdisciplinaridade, Tecnologia e Inclusão Social.

Espaço Maker e Startup.

SOBRE A PUBLICAÇÃO DOS TRABALHOS APROVADOS

Todas as comunicações apresentadas serão disponibilizadas nos Anais Acadêmicos na plataforma da 2nd  CONCITEC. Os dois melhores de cada GT serão publicados no volume 2 do livro da Concitec em formato de E-Book da Amazon. O conteúdo das palestras e do trabalho de maior destaque nos GTs serão publicados na Revista Ponto de Acesso. Espera-se a presença de especialistas, professores e pesquisadores nacionais e do exterior.

ÁREA DO CONHECIMENTO

Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e áreas afins, tais como Humanidades, Ciências Sociais Aplicadas, Exatas e Engenharias, uma vez que as pesquisas em tecnologia digital de informação e comunicação se caracterizam pela sua natureza multidisciplinar e multifacetada.

PÚBLICO ALVO

Profissionais, pesquisadores e alunos das áreas de Arquivologia, Administração, Biblioteconomia, Ciência da Computação e Ciência da Informação, Comunicação, Educação, Tecnologia da Informação, Sistemas de Informação e público em geral interessado.

PROMOÇÃO DO EVENTO

O evento é uma realização do Grupo de estudos e pesquisa Laboratório de Tecnologias Informacionais e Inclusão Sociodigital (LTI Digital), vinculado ao Instituto de Ciência da Informação (ICI) e ao Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

LINKS PARA DIVULGAÇÃO

Instagram do Concitec: @concitec

Hashtag: #concitec

Site do Evento: http://concitec2.com

Wiki do Evento: http://grupolti.wikidot.com/concitec

Site do ICI: http://cienciainformacao.ufba.br

Site da UFBA (Ascom): http://www.ufba.br

Site do GERE: www.concitec2.ici.ufba.br

Rádio UFBA

Página do evento no Facebook:

Página do grupo de pesquisa no Facebook

Revista Ponto de Acesso: http://www.seer.ufs.br/index.php/conci

Revista Tecnologia & Negócios – http://tinegociosse.com.br/grupo-de-pesquisa-da-ufs-estuda-tecnologia-e-informacao/

Software R – para dados estatísticos

R Project for Statistical Computing

O R Project for Statistical Computing ou como é comumente conhecido como Software R é importante tanto pela sua potencialidade em analises estatísticas de dados e elaboração de gráficos, quanto pela suas características que o identificam como software livre, pode ser realizado o download através do site https://www.r-project.org, cujo código fonte é aberto o que permite a sua constante aprimoramento, qualificando-o para análises bibliométricas e cientometricas.

Acesse em: https://www.r-project.org